Óleo essencial de Bergamota

Ela é diferente da tangerina que costumamos comer. A bergamota usada para extrair o óleo essencial não é cultivada no Brasil, ela é nativa da região mediterrânea. Vem conhecer!

 

A fruta da estação gera óleo essencial

O tempo começa a esfriar e elas começam a aparecer nas feiras, no mercado, nas árvores.

Você já percebeu que quando descascamos uma Bergamota, espirram algumas gotículas que deixam um forte cheiro na mão e no ambiente? Pois essas gotinhas cheirosas nada mais são do que o óleo essencial da Bergamota.

Para produzir um litro de óleo essencial de bergamota são necessários 250kg da CASCA da bergamota.

O método de extração desse óleo é a prensagem a frio. O fruto é prensado inteiro, com polpa e casca. Todo o líquido extraído nessa prensagem, suco e óleo, são deixados em decantação, onde ocorre a separação em duas fases.

O óleo essencial muitas vezes é exportado para empresas de perfumaria ou aromaterapia e o suco é comercializado pelas indústrias alimentícias.

 

Bergamota LFC

A maior parte dos óleos essenciais de frutas cítricas contém furanocumarinas. São moléculas que interagem com a luminosidade dos raios UV, e causam queimaduras. E seu uso no corpo fica restrito ao período noturno ou a partes que não entram em contato com o sol.

Porém, a Bergamota LFC passa por um processo de destilação com controle de temperatura, e as furanocumarinas são retiradas desse óleo essencial. E assim ele se torna seguro para a aplicação na pele, sem riscos de manchas por queimadura.

 

5 benefícios do óleo essencial de Bergamota LFC

Existem muitos mais do que 5 benefícios, a Bergamota realmente é um óleo essencial multifuncional, e que demonstra resultados em vários campos. Mas vamos listar apenas 5 benefícios hoje:

  • Reduz a ansiedade – Trabalha a sensação de bem estar e acolhimento;
  • Elimina a vulnerabilidade – Desenvolve a autoconfiança e estimula a demonstrar sentimentos contidos, resolvendo conflitos internos;
  • Reduz enjoos – Como os causados por viagens de ônibus ou de barco;
  • Reduz tensão muscular – Auxilia no relaxamento e soltura do corpo, porque age controlando a ansiedade;
  • Auxilia em vícios – Na prática clínica demonstra eficácia no tratamento de dependência química (tabagismo, álcool e drogas), atitudes viciosas em geral, compulsão alimentar e distúrbio bipolar.

 

Ficou querendo o seu óleo essencial de Bergamota? Adquira aqui na nossa loja virtual

Quer saber mais sobre os óleos essenciais? Venha fazer o curso de Formação em Aromaterapia, nas versões Presencial e Online.


Veja esse outro artigo que escrevemos sobre o óleo essencial de bergamota para o bem estar.

 

Referências

HAN, X. et al. Bergamot (Citrus bergamia) Essential Oil Inhalation Improves Positive Feelings in the Waiting Room of a Mental Health Treatment Center: A Pilot Study. Phytother. Res., 31: 812–816. doi: 10.1002/ptr.5806.

WATANABEet al. Effects of bergamot (Citrus bergamia (Risso) Wright &Arn.) essential oil aromatherapy on mood states, parasympatheticnervous system activity, and salivary cortisol levels in 41 healthyfemales. Forsch Komplementmed. 2015;22(1):43-9. Doi:10.1159/000380989. 

 

Texto por Daiana Petry, maio de 2013
Reeditado por Cristiane Corrêa, maio de 2019

 

8 comentários em “Óleo essencial de Bergamota

    1. Oi, Emanuelle. Qual o efeito que buscas? Para cada processo há OEs mais indicados, e alguns que podem substituir a bergamota.
      Um que faça exatamente os mesmos efeitos em todas as funções, não existe.

  1. Olá, ao trocar o óleo essencial (uso no difusor pessoal) preciso dar uma pausa e passar um tempo sem usar nada? Por quanto tempo seria essa pausa?
    No meu difusor uso um pedacinho de algodão para segurar o OE, qual a frequência de troca dele? Eu troco todos os dias, mas não sei se é correto.

    1. Oi, Joyce. Se não estás usando uma quantidade de óleo essencial maior que a indicada, não precisa fazer pausas. A não ser que sintas necessidade de uma folguinha. Mas seria uma coisa mais mental da pessoa do que relativa à interação dos OEs com o corpo.

      Sobre o algodaozinho está correto também. Trocar todos os dias é ótimo, nem precisaria de tanto.

  2. Oi! Preciso de um óleo que atue muito na área da insegurança… sou extremamente insegura e sempre fujo de determinadas situações por medo de sair da zona de conforto, especialmente pra iniciar relacionamentos. Pelo que li no blog pensei no óleo de bergamota, mas assistindo o vídeo da Nataly, talvez o cedro seja uma opção também, ou algum outro… Esse é meu primeiro contato com aromaterapia, o que me indica nessa situação?

    1. Oi, Anne.
      A bergamota realmente é um curinga nessa questão de insegurança. Então, sem te conhecer e ter maiores informações, esse seria o óleo essencial mais indicado.
      Bom, estamos lançando agora uma série sobre os chakras, e em vários pontos vamos abordar a questão dos medos, inseguranças. Pode ser útil nesse seu primeiro contato.
      O primeiro post está aqui: http://harmoniearomaterapia.com.br/blog/chakra-basico-o-%ef%bb%bfprimeiro/

Deixe uma resposta