Cosméticos Naturais: usar ou não conservantes? 

Vamos falar sobre conservantes nos cosméticos?

Recentemente recebemos um questionamento sobre a segurança e necessidade do conservante natural que utilizamos nos cosméticos naturais que são ensinados nos cursos aqui da Harmonie. Esse questionamento surge de vez em quando, e é algo que causa certa polêmica. É um assunto bem importante, fundamental. Por isso resolvemos então contar   como funciona essa dinâmica da conservação.

Para quem faz algum cosmético em casa, ou para quem não entende o motivo de haver conservantes nos produtos naturais, as informações a seguir são bem importantes e bem-vindas!

Este é um assunto bem delicado, e como tal é importante que sejamos sempre transparentes para que você possa compreender riscos e consequências, e para que não restem dúvidas sobre esses produtos.

A conservação dos cosméticos é peça fundamental no processo de produção, apesar de muita gente ficar com o pé atrás. E com razão, já que na última década comprovou-se que os conservantes que mais se usou no mundo causavam problemas sérios para nossa saúde.

Mas por que usá-los então? Começamos pela NECESSIDADE:

A água é fundamental para toda espécie de vida. E no nosso planeta, onde há água, há vida. Em qualquer gota por menor que seja, há milhões de espécies de micro-organismos, e, se o ambiente está propício, eles se multiplicam rapidinho. Em questão de horas, certos fungos aumentam a sua colônia em MILHÕES de vezes. Sem falar das bactérias, vírus e protozoários. É importante destacar que nem todos nos fazem mal, claro. Mas não temos como ser seletivos ainda nessa questão.

Para evitar a contaminação usamos água destilada, que elimina praticamente 100% do problema. Só que depois que ela passou pelo processo de tornar-se pura, volta a ser uma água normal. Livre de micro-organismos, mas que pode voltar a ser um lar pra eles.

Chegamos então no momento da produção. Invariavelmente a água será exposta ao ambiente e facilmente esses organismos que estão presentes no ar e em todos os lugares, entram em contato com a água novamente começando assim um novo processo de colonização.

Aí está o grande papel dos conservantes. São eles que irão impedir essa multiplicação desenfreada. Sem conservação, em questão de dias apareceriam pontos de fungos e um cheiro ruim característico. Mas bem antes disso, horas depois da manipulação, já haveria colônias invisíveis de bactérias e fungos crescendo nos cosméticos que irão para a sua pele. E isso também não é legal, né?

SOBRE O PRODUTO QUE USAMOS

Nosso conservante utilizado para as produções é uma composição de benzoato de sódio com sorbato de potássio: esses dois compostos fazem parte da pequena lista de conservantes APROVADOS pelo IBD, certificador orgânico de toda a união europeia, Japão e EUA, e que é referência também no Brasil e outros países. O IBD é o órgão responsável por regulamentar alimentos e cosméticos orgânicos.

As diretrizes de certificação destes componentes pelo IBD você tem acesso clicando aqui.

Bom, usamos os dois juntos como um sistema de conservação que atinge amplo espectro de pH e várias espécies de bactérias, fungos, leveduras, etc. Essa é então uma composição de conservação muito eficiente.

SOBRE AS CONCENTRAÇÕES QUE UTILIZAMOS

Os dois conservantes em sua forma natural são pós. Para que que você possa usar estes componentes de forma segura e fácil na sua própria casa, eles já vêm diluídos e solubilizados em uma solução aquosa dentro do frasquinho que vendemos em nossa loja.

Trabalhamos desta forma para que ninguém corra riscos desnecessários como erros de balança, superdosagem, dificuldade de homogeneizar o conservante na fórmula, etc. Usamos 0,5 ou 1% na formulação, mas essa quantidade é de uma preparação já diluída dele. A quantidade real é bem inferior. Dessa forma não ultrapassamos nenhum limite de segurança.

Conservante Natural – Harmonie

Acreditamos que a pele se alimenta do que colocamos sobre ela. E não faria sentido para nós da Harmonie Aromaterapia termos como base um discurso que preza pelo cuidado natural, utilizando óleos essenciais como princípios ativos para resolver nossos problemas, se por outro lado fizéssemos um produto que causasse danos.

Hoje esse sistema de conservação com benzoato de sódio + sorbato de potássio é o mais equilibrado a que temos acesso em termos de proteção do produto e em relação à possibilidade de danos ao ser humano.

A instituição Environmental Working Group (EWG), de renome internacional, possui um dos maiores bancos de dados do mundo em pesquisas sobre produtos usados em cosméticos. O sistema agrega publicações científicas que são lançadas no mundo inteiro sobre cada produto e vai compilando em rankins.

Segundo a EWG, o sistema de conservação que utilizamos não possui risco zero, mas é considerado como de risco muito baixo. Ele é atualmente, de longe, a melhor opção que temos de conservação no mercado. E se ficarmos dentro das proporções indicadas de uso, o risco de alergias e problemas mais graves é praticamente nulo.

No EWG (Inglês), você consegue pesquisar sobre praticamente qualquer ingrediente e terá dados comprovados, com fontes confiáveis sobre a possibilidade de alergias, danos ao sistema reprodutivo, imunológico, riscos de câncer, entre muitos outros fatores.

Agora, se mesmo assim você prefere não usar os conservantes nos cosméticos caseiros, redobre o cuidado. Uma opção é fazer cosméticos para uso único e imediato. Ou opte por formulações que não contenham água, que naturalmente não precisam de conservantes, e será necessário apenas um antioxidante para evitar a rancificação.

Interessante, não? Interessante não é mesmo? Espero que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre o universo da cosmetologia natural.

Escrito por: Cristiane Corrêa

14 comentários em “Cosméticos Naturais: usar ou não conservantes? 

    1. Oi, Gabriel.
      Não, são coisas diferentes.
      O conservante impede a proliferação de micro-organismos, que crescem na água.
      Os antioxidantes são pra uso em sistemas oleosos, que impedem as reações moleculares que, sem eles, acontecem naturalmente devido ao contato com ar, com luz, com o passar do tempo…
      Aqui na Harmonie usamos como antioxidante a Vitamina E.

    1. Oi, Deise. Pode usar o conservante daqui sim. A cera de carnaúba, assim como todas as ceras vegetais, possui uma capacidade beeeeem pequena de emulsionar o meio. Ela não estabilizaria uma formulação com 40% de água, mas para incorporar essas gotinhas do conservante ela funciona muito bem. Podes perceber que não ficam gotículas separadas.

      Todo batom que não tiver conservante irá sofrer com micro-organismos, pq eles estão no ambiente, né.

      Se já fizeste algum dos nossos cursos, podes tirar dúvidas de forma mais ágil pelo e-mail cursos@harmoniearomaterapia.com.br

    1. Oi, Danila. Tem o fator ambiental também. O local onde você mora é úmido? Porque essa umidade acaba aderindo ao produto, e ainda que ele não contenha água pode vir a ter. Outra questão importante é o tipo de embalagem. Ela é fechadinha, com um gargalo apertado, onde só passa a quantidade que vais usar naquela aplicação, ou é um vidro com boca larga, onde é preciso colocar o dedo para retirar o produto?
      Isso interfere na necessidade de colocar um conservante, e também na oxidação mais ou menos rápida do produto.
      O frasco é de vidro âmbar ou é transparente? De plástico? Também são fatores que alteram a taxa de oxidação. Não há uma tabela pronta que diga simplesmente quantos meses o produto irá durar, na cosmetologia natural não temos muito controle do processo, as matérias-primas são vivas, tudo é relativo.

  1. Bom dia Cristiane,

    Tenho uma duvida em relação a água destilada. Pode ser usada aquela para auto clave.
    Porque as compradas em farmácias de manipulação tem uma validade muito baixa, enquanto esta para auto clave tem validade de até 01 ano. Saberia me dizer qual melhor indicada.
    No aguardo

    1. Oi, Elaine.
      Particularmente prefiro a deionizada, essas de farmácia de manipulação. Assim tenho certeza que é fresca, preparada na hora. Quando vou produzir algum produto vou lá, compro, uso e tudo certo.

      Essas com validade estendida, imagino que contenham conservantes, porque naturalmente não é possível garantir que a água fique tanto tempo assim sem proliferação de micro-organismos.
      Então acho melhor usar a deionizada da farmácia, e ter controle sobre o tipo de conservante e dosagem que quero utilizar.

  2. Olá, achei excelente a matéria, no mesmo dia que li comprei o conservante natural harmonie e, gostaria de saber qual quantidade devo utilizar para cada 500g de base pronta? Obrigada

    1. Oi, Alessandra.
      As bases prontas da Harmonie já possuem conservante. Não é necessário adicionar mais.

      Já se fores fazer um creme ou um gel, do zero, utilize uma gotinha do conservante para cada 10mL de água que foi adicionada ao preparo.

    1. Oi, Marise.
      A questão da água é a absorção que o sabão faz da umidade do ambiente. Pra resolver isso, em um dia bem seco, com os sabonetes em bom estado, guarde-os em uma embalagem que não sofra com a umidade, como uma caixa de papelão grossa, bem fechada, ou um pote de vidro.
      O ranço é a oxidação, você precisa adicionar um antioxidante ao seu sabão na fabricação, pode ser a vitamina E ou a oleorresina de alecrim.

Deixe uma resposta